quinta-feira, setembro 29, 2016

Tempo de Vindimas 2016

Vimdimas29092016pblog.jpg
Hoje  em Fontanelas, debaixo de um calor fora fora de época, vindimava-se as uvas brancas (Malvasia) em chão de areia.
 
Vindimas29092016cblog.jpg
Foto em Fontanelas 29/09/2016

"Os vinhos de Colares têm uma história inimitável história desde a fundação da Nacionalidade perpetuada até aos nossos dias. As cepas plantadas em zonas arenosas e marítimas necessitam de grandes cuidados no seu cultivo, levando a pequenas produções acarinhadas pelo esforço do trabalho manual do viticultores empenhados em manter uma actividade genuinamente enraizada na cultura regional do nosso Concelho."
in Fol. da Adega Regional de Colares
Vindimas29092016eblog.jpg
Foto em Fontanelas em 29/09/2016
Vindimas29092016dblog.jpg
 Foto em Fontanelas em 29/09/2016
Adega23092016blog.jpg
Sinal de modernidade no transporte de uva até à Adega

quarta-feira, setembro 28, 2016

Almoçageme em Festa



Prestes a fazer 250 anos de festejos ininterruptos, começa na próxima sexta-feira, dia 30 de Setembro, a festa em honra de Nossa Senhora da Graça, em Almoçageme. 

Almoçagemesofia2016Bblog.jpg

terça-feira, setembro 27, 2016

Quinta e fonte do Vinagre

Aguarela da Quinta e fonte do Vinagre

Autor
HENRY L'EVÊQUE - 1769-1832
Designação
"Colares - Quinta e fonte do vinagre"
Material
aguarela sobre papel
 
Dimensões
Dim. - 31 x 48 cm
 
Créditos: Aguarela enviada por M.Clara Gomes
Sobre a ponte do Vinagre
Um dos locais mais bonitos da Freguesia de Colares - ponte que funciona como represa no Verão, criando com as águas do rio das Maçãs, um enorme lago, ladeando a histórica Quinta do Vinagre.

Vinagre
Photobucket
Foto da ponte  do Vinagre nos nossos dias

segunda-feira, setembro 26, 2016

Em Outubro há Festival de Estátuas Vivas em Sintra

A Câmara Municipal de Sintra organiza nos próximos dias 1 e 2 de outubro, entre as 15h00 e as 19h00, o Festival de Estátuas Vivas de Sintra 2016.
Cerca de 30 artistas irão encarnar personagens baseadas num ambiente romântico, barroco, histórico e de natureza, num percurso entre o Centro Histórico e a Estefânea, terminando no Antigo Casino, edifício do MU.SA. – Museu das Artes de Sintra. 

domingo, setembro 25, 2016

O regresso das Garças-reais à Várzea de Colares

Copy of Garça23092016.jpg
Foto de 23 de Setembro de 2016/Várzea de Colares

Na sexta-feira reencontrámos a Garça que acompanhamos há pelo menos 2 anos, no seu local de eleição, junto ao rio das Maçãs, facto que não acontecia nos últimos 2 meses. Também desta vez a Garça-real, vem acompanhada, pois visualizámos uma segunda garça que escolheu também  regressar à Várzea de Colares.
 
Copy of Garça23092016bblog.jpg
Foto de 23 de Setembro de 2016/Várzea de Colares
Copy of Garça23092016d.blogjpg.jpg
Foto de 23 de Setembro de 2016/Várzea de Colares

sábado, setembro 24, 2016

Visita ao Santuário Romano da Praia das Maçãs

Foto de 23 de Setembro de 2016

Na última sexta-feira o Museu arqueológico São Miguel de Odrinhas, (M.A.S.M.O)  promoveu mais uma visita ao Santuário Romano consagrado ao Sol,`a Lua  e ao Oceano, no âmbito das jornadas Europeias do Património - guiada por Alexandre Gonçalves arqueólogo do Museu.
Foto de 23 de Setembro de 2016
Foto de 23 de Setembro de 2016
Foto de 23 de Setembro de 2016


Sobre o Santuário Romano da Praia das Maçãs

Descoberto templo romano ao Sol, à Lua e ao Oceano, que estava perdido
Via Diário de Notícias:
"Ali,  (junto à falésia, perto da Praia das Maçãs), descobriu o arqueólogo Cardim Ribeiro, ergueu-se em tempos um dos mais importantes santuários do Império Romano, consagrado ao Sol à Lua e ao Oceano, cuja localização estava há muito perdida, e que muitos julgavam até que fosse apenas lenda. Não era. Com a descoberta do templo, em 2008, vieram outros achados, alguns surpreendentes, que "tornam este local único e de grande alcance histórico", assegura Cardim Ribeiro ao DN.
A descoberta logo no primeiro ano de escavações de um ribat, uma mesquita feita de uma série de celas e, numa delas, de um mirhab, um nicho para as orações, orientado para Meca, "foi uma surpresa", conta o arqueólogo. Com toda a probabilidade, não será a única. Há muito mais História debaixo daquelas areias e do mar de chorões que cobre as dunas.
Para já, as escavações incidem "na periferia do santuário". Uma prospeção geofísica feita em agosto de 2011 indica que o edifício principal do templo romano, retangular e de grande dimensão, está ali enterrado, um pouco atrás do local onde agora decorrem os trabalhos. "Este sítio é um ovo de História, que atravessa diferentes eras civilizacionais e cultos, ao longo de mais de um milénio", resume Cardim Ribeiro."

http://www.dn.pt/inicio/ciencia/interior.aspx?content_id=4241547

http://riodasmacas.blogspot.pt/2014/11/o-templo-romano-da-praia-das-macas.html

quinta-feira, setembro 22, 2016

Obras na Casa da Gandarinha

A Casa da Gandarinha, que se encontra na estrada para Vila velha, a 500 metros do Palácio de Valenças, foi deixada em testamento pela Viscondessa de Gandarinha a uma obra católica de protecção a raparigas com problemas e sem família e nela funcionou até 1974, um internato.A partir dessa data deixou de funcionar e foi votada ao abandono. Na altura do segundo mandato de Edite Estrela na Câmara de Sintra, o imóvel foi vendido a um privado, com o objectivo de o transformar em hotel. E começaram as obras.Fizeram grandes escavações nas traseiras, construíram uma muralha de cimento armado, cortaram árvores, etc.Só que a família da Viscondessa de Gandarinha, (Pinto Leite), ao ter conhecimento da venda do imóvel, recorreu ao tribunal e impugnou a venda, e as obras terão sido embargadas até hoje..... isto foi publicado no blog em 2008.
Em Setembro de 2016 as obras foram retomadas, vai ser um hotel.

Placard do licenciamento da obra/*Fotos Emilia Reis

 Fotos de 2007
Fotos de 2007*riodasmacas

 *riodasmacas