terça-feira, novembro 13, 2007

Outono no Parque da Pena

«As campinas retalhadas»
Cerrados bosques no centro,
Mimosos vales por dentro,
Fóra as serras penduradas;
Muitas águas prateadas,
Sempre verde a espessura,
Zefiro sempre em doçura,
Mil Satiros mil Silvanos,
Brandas ninfas , seus enganos,
«São de Sintra a formosura».


José Manuel da Câmara em «Espelho» 1935


O lago do cisne

Garça Real à beira do lago


2 comentários:

NS disse...

Este Outono nem parece Outono.
Ainda assim é bonito.

pedro macieira disse...

Embora sem chuva, as cores outonais estão presentes no Parque da Pena