sábado, novembro 17, 2007

Um teleférico para o Palácio da Pena?

Em dezembro de 2006, publicámos um post sobre “Ascensores,funiculares e teleféricos para o Palácio da Pena, nos inícios do século XX”,neste momento e após uma proposta da CDU sobre o mesmo tema e de forma a fazer de algum modo um enquadramento do tema voltamos a publicar parcialmente o mesmo texto.

Notícia do Diário de Lisboa de 27/9/1949
Ascensores,funiculares e teleféricos para o Palácio da Pena, nos inícios do século XX

Projectos para a construção de um teleférico, ou funiculares, para o Palácio da Pena, foram vários e começaram a surgir desde o início do séc.XX, o primeiro terá sido em 1910 para a construção de ascensores, felizmente já nesse tempo houve o bom senso das autoridades da época de não dar andamento a essas propostas, com o argumentos como de que “ colocar carris e cremalheira e cabos aéreos exigindo o corte de árvores e arbustos seria uma grande barbaridade.(...) Uma vez que o Parque da Pena, constitui (...)um dos arboretos mais valiosos do Mundo.” Ou se fosse aprovado a instalação de um funicular , existiria a “ depreciação do Parque, pois sendo um jardim botânico florestal de colecções e exemplares raros e valiosos, exige uma fiscalização muito rigorosa e para o que possui um regulamento de policia...”, o sublinhado foi retirado de uma exposição enviada ao Ministro da Agricultura e Obras Públicas, em 1949, pelo então Director Geral dos Serviços Florestais e Aquícolas, José Almeida de Mendia.
Fonte: "O Palácio da Pena -Turismo Cultural num Palácio Nacional" de Alexandre Garcia da Fonseca
Notícia do "Jornal da Região Sintra"de 13/11/2007
Proposta da CDU


Segundo o "Jornal da Região" desta semana uma nova proposta sobre este tipo de acesso ao Palácio da Pena foi avançada pela CDU. A proposta tem o objectivo de revitalizar o centro histórico de Sintra, além de adopção de medidas ao nível dos transportes, circulação e estacionamento, com destaque para uma proposta de implantação de um teleférico entre S.Pedro (Ramalhão) e o Palácio da Pena. O acesso proposto não seria a partir do Vale do Rio do Porto (Vila Velha)como foi equacionado no passado, adiantando que “aquela encosta está cheia de eucaliptos e de acácias, além de uma série de antenas, e o teleférico permitiria interligar vários transportes e aliviar a pressão automóvel no centro histórico”.
Esta proposta vem propor uma solução que deverá ser devidamente estudada, nos seus efeitos ambientais ,integrando-a na discussão em aberto sobre o grave problema da circulação e estacionamento automóvel de Sintra.
Posts relacionados:
-Ascensores e funiculares e teleféricos-pressionar
-Falta de estacionamento automóvel em Sintra-pressionar
-O vale da Raposa e silo-pressionar



Sem comentários: