sábado, setembro 22, 2012

Notas sobre o Eléctrico da Praia das Maçãs

ElectricoGalamares2012Blogue A passagem hoje à tarde do eléctrico por Galamares

 Na altura em que o Horário de Verão, do Eléctrico da Praia das Maçãs está a terminar,  publicamos hoje, algumas notas históricas sobre este centenário transporte que é parte da paisagem Sintrense.

O Eléctrico da Praia das Maçãs - Uma Imagem de Marca de Sintra

O eléctrico de Sintra foi inaugurado há 118 anos, a 31 de Março de 1904, com o material circulante encomendado à J.G.Brill Company (Estados Unidos).O percurso, com uma extensão de 8.900 metros, foi prolongado a 10 de Julho desse ano até à Praia das Maçãs, totalizando uma extensão de 12.685 metros. Mais tarde, a 31 de Janeiro de 1930, o eléctrico chegou às Azenhas do Mar.
Na sua já longa vida, o eléctrico, parte integrante da bela paisagem de Sintra, tão acarinhado pelas populações que o vêem passar às suas portas há mais de cem anos, teve ao longo da sua exploração algumas paragens , felizmente sempre retomadas.
O eléctrico da Praia das Maçãs acompanhou diversos ciclos da nossa história. A 1ª tentativa de construção da linha de caminho de ferro entre Sintra e Colares foi em 1886, reinava então D. Luis.
A 2 de Julho de 1900, é constituída a Companhia de Caminho de Ferro de Cintra à Praia das Maçãs SARL, ainda em monarquia, no reinado de D.Carlos.
Anos mais tarde a empresa sofre uma alteração e passa a denominar-se “Cintra ao Oceano”, em 1904 , já no fim do regime monárquico, e mantém-se até 1914, já em pleno regime Republicano, com os eléctricos pintados de amarelo.
A cor azul, surgiu com a Companhia Sintra Atlântico (1914-1975), posteriormente consequência das privatizações que aconteceram após o 25 de Abril de 1974, tendo sido integrada na Rodoviária Nacional (1976-1995).
Em 1995, já em plena democracia, com a onda de privatizações na altura, é adquirida pelo grupo Barraqueiro, que vendeu 20% do capital ao grupo britânico Stagecoach Holding, que acabou por pintar os eléctricos de vermelho.
Nos nossos dias o eléctrico renasceu a partir de 1996, em várias fases , recuperando-se inicialmente o troço Estefânia, Ribeira de Sintra e inaugurando-se posteriormente o troço entre a Ribeira de Sintra e o Banzão a 30 de Outubro desse ano. A passagem da exploração para a Câmara Municipal de Sintra, permitiu retomar a circulação em 2001, e mais tarde fazer chegar de novo o eléctrico à Praia das Maçãs.

Fontes consultadas:
“O eléctrico de Sintra um percurso centenário” –Júlio Cardoso,Valdemar Alves ed.CMS
Sintra Regional (2004)
Obras de José Alfredo da Costa Azevedo

3 comentários:

Sally Rose disse...

Eu não entendo por que a Câmara não permitem a electrico para continuar ao longo do ano. Assim, muitos turistas ver as informações sobre ele e depois descobrir que é apenas em funcionamento (se você tiver sorte) por um par de meses de verão. O electrico está sempre cheio e traz turistas para Sintra, Colares e Praia das Maçãs. Essas pessoas não ver esses lugares sem electrico. A Câmara precisa repensar sua gestão do electrico.

Anónimo disse...

Boa tarde Pedro. Estou a enviar este comentário do IPO onte tive que ser internado de urgência devido ao meu problema. No próximo fim de semana começa um novo horário do eléctrico que vai até 28de Outubro. Amanhã ou terça já deve estar no site da Câmara e nos terminais. Pode passar pela Vila Alda e pedir um horário. Abraço. Valdemar Alves.

Sally Rose disse...

Eu falei sobre o electrico no meu blogue www.fromavontoapple.blogspot.com para encorajar mais turistas para fazer uma viagem sobre ele