sexta-feira, fevereiro 28, 2014

Patos Reais no Rio das Maçãs

 

Um casal de patos reais na chegada ao seu habitat,  no  rio das Maçãs/Várzea de Colares - foto de ontem 27/02/2014

"O Pato-Real mede entre 56 a 65cm de comprimento, e pesa entre 0.9 a 1.2kg. Não é difícil realizar distinção de sexos, isto porque cada sexo possui características distintas, e durante o período de acasalamento essas características são acentuadas. Os machos têm uma cabeça verde, um anel branco no pescoço, o dorso é acinzentado e o peito de um tom de castanho-escuro, estas cores tornam-se mais fortes a quando o período de acasalamento, para chamar a atenção de um parceiro.
(...)
Apesar dos Patos-Reais não serem uma das espécies em vias de extinção, os seus habitats têm vindo a ser destruídos quer pela poluição quer pelo aquecimento global, e isso deverá ser uma das nossas preocupações. A protecção desta espécie passa pela conservação dos seus habitats.
"

Texto retirado daqui

quinta-feira, fevereiro 27, 2014

Parque e Palácio da Pena o monumento mais visitado em 2013




Em 2013, o monumento mais visitado em Portugal foi o Parque e Palácio Nacional da Pena. A informação foi divulgada nesta quinta-feira em comunicado pela Parques de Sintra – Monte da Lua (PSML), empresa que gere o monumento.
De acordo com a PSML o Parque e Palácio da Pena, registou cerca de 787 mil visitas. Ultrapassou, assim, o número de visitantes do Mosteiro dos Jerónimos e da Torre de Belém, que se cifraram, respectivamente, em 722 mil e 537 mil entradas, segundo os números divulgados pela Direcção-Geral do Património Cultural.
Os restantes monumentos sob gestão da PSML (em que se incluem o Palácio Nacional de Sintra e o Castelo dos Mouros) registaram cerca de 1,7 milhões de visitantes.
Ler mais aqui:
http://www.publico.pt/cultura/noticia/parque-e-palacio-da-pena-o-monumento-mais-visitado-em-2013-1624556







quarta-feira, fevereiro 26, 2014

Os Diamantes Negros no Olga Cadaval

10 de Maio 2014 - 21h30
Locais de venda dos Bilhetes:

Locais de venda:
CENTRO CULTURAL OLGA CADAVAL
Terça-feira a Sábado das 14h30 às 19h00.
Nos dias de espectáculo, uma hora antes do seu início.
Encerra à Segunda-Feira, Domingos e Feriados.
Informações: 21 910 71 18

www.ticketline.pt, | Casino Lisboa | C.c. Dolce Vita | C. c. MMM | C. c. Mundicenter | El Corte Inglés | FNAC | Galeria Comercial Campo Pequeno | Worten | Abreu

Estações de Correio e Bilheteira Online CTT www.ctt.pt

Reservas:
CENTRO CULTURAL OLGA CADAVAL
Através do telefone 219107118 ou pessoalmente. As reservas são válidas por 3 dias (incluindo o próprio dia), e poderão ser efetuadas e levantadas até 48h antes do início de cada espectáculo. O levantamento é feito ao balcão da nossa bilheteira.

Ticketline
Reservas 1820 (24 horas) | 707 234 234




Os Diamantes Negros, na actuação na Sociedade União Sintrense, em 25 de Janeiro último, na comemoração do 50º Aniversário.

terça-feira, fevereiro 25, 2014

Carnaval MTBA 2014

Terças-feiras de Carnaval

Magoito, na terça-feira de Carnaval de MTBA 2012
 Magoito na terça-feira de Carnaval MTBA de 2013

 "Carnaval é uma festa que se originou na Grécia em meados dos anos 600 a 520 a.C.. Através dessa festa os gregos realizavam seus cultos em agradecimento aos deuses pela fertilidade do solo e pela produção. Passou a ser uma comemoração adotada pela Igreja Católica em 590 d.C..1 É um período de festas regidas pelo ano lunar no cristianismo da Idade Média. O período do Carnaval era marcado pelo "adeus à carne" ou do latim "carne vale" dando origem ao termo "Carnaval". Durante o período do Carnaval havia uma grande concentração de festejos populares. Cada cidade brincava a seu modo, de acordo com seus costumes."
Na Wikipédia

 Magoito terça-feira de Carnaval MTBA 2012

segunda-feira, fevereiro 24, 2014

Postal nocturno da Vila Velha

Palácio Nacional de Sintra
Café Paris

As duas fotos que hoje publicamos, permitiram a oportunidade de transcrever  um post, do blog Amigos da Vila Velha - sobre alguns ares de mudança na gestão da Vila Velha de Sintra e na preservação do seu património edificado.

MUDAR,MUDAR...

Pediu-se durante anos o MUDAR,MUDAR,na serra de sintra ...conseguiu-se.A partir do ano de 2000 P.S.M.L. começou com alguns erros ,mas encarrilou numa selva abandonada que lhe colocaram nos braços...Recentemente ,esse MUDAR,MUDAR, entrou finalmente pela porta do palácio nacional de sintra.Também por P.S.M.L. .Pensou-se logo que finalmente o palácio ia pertencer á vila velha...O carinho por ele começou cedo pois foi logo pintado.Agora é dar-lhe novos futuros:a retirada da GNR entre outros.Até o regresso do velho repuxo ao centro do paço,em vez de estar despercebido num canteiro do jardim da preta...Os patrimónios sintrenses estão a ter a organização que outros em outras terras de Portugal ainda não conquistaram.Agora falta a outra metade do centro histórico,que envolve o palácio nacional e completa a vila velha o centro histórico de sintra.Aqui falta outra chefia diferente para um lugar diferente...A esperança é a C.M.S., oferecer a este lugar o que a UNESCO pediu...E não como tem acontecido ao longo dos anos em que uma junta de freguesia tem de dar a cara por algo que não lhe compete...Tem de ser colocado cá dentro o amigo culto,contagiado que ao lado das suas pessoas aprenda,ensine,contagie em vez do silencio ...que se tem oferecido ao património humano deste lugar único.Tem roubado muita coisa deste sitio,tem cometido muitos erros porque desde 1995,não se ouviu a UNESCO para que no centro histórico fosse criado também o seu pai verdadeiro,uma união de entidades que formassem uma bem feita direcção do centro histórico...A serra tem a sua chefia digna,o palácio nacional de sintra também...Agora falta outro monumento e que completa o centro histórico.Aonde existem pessoas que aqui vivem ou trabalham e sempre ao lado de uma fonte seca de uma chefia que aqui não ensina,aprende ou contagia grandeza...Agora que nasceu uma junta de freguesia com mais lugares para amar mais depressa tem de nascer o novo proprietário do centro histórico.Existem muitos futuros a realizar,que podem ser encabeçados por um verdadeiro amigo da vila velha para dar o mesmo esforço como toda a área de património mundial merece...Esta nova entidade viva,bem feita que venha cá para dentro e tornar-se numa porta aberta bem perto das pessoas que tem o coração bem cheio por este lugar único.Era isto que a unesco pediu á muitos anos...amigosdavilavelha

In Blog Amigos da Vila Velha-aqui

sábado, fevereiro 22, 2014

Zeca Afonso

 José Afonso
2 de agosto de 1929 - 23 de Fevereiro de 1987


Se a canção de protesto pretende directa e concretamente atingir uma dada estrutura politico-social num dado momento histórico com referência a factos, indíviduos e lugares, então eu não sou um cantor de protesto. De resto as minhas canções são predominantemene líricas. Mas elas pretendem opor-se (quer as líricas quer as intencionais) a padrões de vida, gostos e predilecções vingentes entre nós. São a minha contrapartida, a minha «revanche». Chamemos-lhes canções de réplica. Reproduzem um meio, mas colaboram (ou pretendem colaborar) na sua reconstituição. Se neste sentido, eu próprio as não considerasse uma forma de protesto não  me sentiria justificado como homem.

*José Afonso entrevista a José Armando Carvalho, in «Comércio do Funchal»,1/6/1970


Porque hoje é Sábado...



Eduardo Lourenço afirmou ontem, durante a 15.ª edição do Correntes d´Escritas, na Póvoa de Varzim, que houve uma invasão por «uma espécie de vampiros», que são quem controla o sistema inventado pela modernidade, vivendo-se agora um «apocalipse indirecto» em «estado de guerra permanente».



 «Dá a impressão de que, de repente, fomos invadidos, não por uns castelhanos arcaicos nossos vizinhos e que são nossos irmãos e primos, mas por uma espécie de vampiros como aqueles que o cinema de Hollywood ilustra. Não é por acaso que o tema dos vampiros se tornou um tema da moda, os vampiros são emissários da morte, é como se estivéssemos a viver uma espécie de apocalipse indirecto».

Afirmou  o vencedor do prémio Camões de 1996, também, não acreditar que o tempo desta «espécie de submissão mansa» vá perdurar, ressalvou não querer contribuir para algo como uma «depressão de segundo grau, por conta dos outros».

«Não sei se é um comportamento muito português dormir em cima daquilo que nos ameaça profundamente e nos põe problemas que não podemos resolver esperando que, com o tempo, com um pouco de sorte, acabemos por sair desta espécie de atoleiro em que estamos mergulhados»

«Os vampiros não são tão vampiros como isso, são pessoas reais. São as pessoas que controlam o sistema que a modernidade foi inventando pouco a pouco, com os seus novos meios de produção, que aumentaram efectivamente de maneira fantástica a possibilidade que os homens têm de aceder a um certo número de coisas que são importantes»

Ler no Diário Digital com Lusa notícia integral:
 http://diariodigital.sapo.pt/news.asp?id_news=686490

Os Vampiros
*Letra dos "Vampiros"  de José Afonso,encontrada no blog "As Brumas da Memória"

quinta-feira, fevereiro 20, 2014

Região Demarcada de Colares



Região Demarcada
Colares, reclinada sobre duas colinas da Serra de Sintra, é região demarcada desde 1908.A carta de Lei de 1908 reconhecendo Colares como vinho de tipo regional, foi o diploma que criou a região demarcada, património de elevado grau de raridade, senão único, em todo o mundo vitícola.

A região está confinada a uma zona de terrenos de areia solta da era terciária, assente sobre uma zona argilosa do cretáceo, que em tempos recuados se admite ter sido pertença do mar e onde as videiras desenvolvem as suas raízes.

A área geográfica correspondente à Denominação de Origem "Colares" compreende as freguesias de Colares, São Martinho e São João das Lampas.

in Sintra Capital do Romantismo 



Colares-Região Demarcada há quase um Século!









“A região demarcada fundada pelo Rei D.Manuel II, através de Carta de lei de 18 de Setembro de 1908, a Região Demarcada de Colares é uma das mais antigas do País e, seguramente, aquela que corre maior risco de extinção no panorama vitivinícola nacional.Nos dias que correm a produção da região é basicamente dominada por duas entidades: a Adega Regional de Colares e a Fundação Oriente.Todavia subsistem ainda alguns produtores isolados que, a seu belo prazer, fazem nas suas adegas o “vinho ramisco” para consumo próprio.




Falamos de uma área total a rondar 20 hectares , onde o maior produtor isolado é sem margem de dúvidas,a Fundação Oriente.Quanto à Adega regional de Colares, como entidade cooperativa que é, congrega praticamente a totalidade dos pequenos produtores da região (cerca de 40) cuja produção varia entre os 20 e os 1000 quilos de uva da denominação de origem Colares, entregues por associado.

quarta-feira, fevereiro 19, 2014

A Praia da Adraga está diferente II

Aproveitando o dia sem chuva, regressámos à Praia da Adraga, para mais alguns registos do aspecto da praia sem areia em toda a sua extensão.
A falta da areia, não permite com facilidade o acesso a toda a área da praia
Mas ainda, as cores da Adraga

A Praia da Adraga uma das mais bonitas praias da nossa região foi considerada em 2003 uma das 20 melhores praias europeias, na opinião dos leitores e jornalistas do The Sunday Times, jornal britânico de grande circulação. Mas a Praia da Adraga surgia citada num honroso terceiro lugar , sendo a única praia portuguesa a aparecer na lista dos leitores do jornal inglês.

Para esta classificação (Agreste, selvagem, de um azul intenso....simplesmente bela) dos visitantes britânicos, que terão a mesma opinião dos muitos utilizadores daquele magnifico local, terá contribuido a beleza envolvente, como o rochedo em forma de arco que mergulha no mar, as falésias e a gruta. Na maré baixa pode-se passar para a Praia do Cavalo e subindo a falésia pode-se admirar o Fojo, uma cratera natural que permite observar o mar daquele ponto elevado ou a Pedra de Alvidrar, local preferido de pescadores.

http://riodasmacas.blogspot.com/2006/09/praia-da-adraga.html


terça-feira, fevereiro 18, 2014

Hotel Bela Vista das Azenhas do Mar

Foto do Hotel Bela Vista nas Azenhas do Mar, sem data


Foto actual da Villa Maria Isaura, o antigo Hotel bela Vista, com o último piso e telhado alterado.


 Não foi possivel recolher muita informação sobre o Hotel Bela Vista das Azenhas do Mar. José Alfredo da Costa Azevedo, refere que Rafael do Souto Sernadas, falecido em 1922, proprietário do hotel Royal Belle Vue na Praia das Maçãs, que foi destruído totalmente por um incêndio, terá instalado por concessão do seu proprietário o Hotel Bela Vista nas Azenhas do Mar. O Hotel " ocupava o terreno onde hoje se situa a vivenda de António Vasão Trindade, a qual, em 1976, segundo uma nota de Consigliéri Martins, pertencia à familia Melo e antes era do Conde da Torre, D.José de Mascarenhas, que tinha comprado as ruínas do hotel," refere ainda José alfredo - sendo hoje a Villa Maria Isaura.

Um imóvel que se destaca pela sua elegância ainda nos nossos dias

O antigo Hotel Royal Belle-vue da Praia das Maçãs no "Rio das Maçãs":
http://riodasmacas.blogspot.pt/2007/11/o-royal-hotel-bellevue-e-o-elctrico-da.html

Hotel Restaurant Royal Belle-Vue
 O hotel Royal Belle-Vue da Praia das Maçãs, soube-o há tempo que teve honras de albergar o Afonso Costa em 1913. O hotel ardeu em 1921. -- A casa prosaicamente chamada «Avermar» que lá se acha hoje há-de ser a versão contemporânea da belle vue dos tempos chiques de Afonso Costa. -- O hotel não mais foi reconstruído


Hotel Restaurant Royal Belle Vue, Praia das Maçãs, 1913. (A.N.T.T., Col. «O Século», Benoliel, lote 8, cx. 1, neg. ?)
Créditos:
-Foto antiga do Hotel Bela Vista nas Azenhas do Mar-encontrada em "O passado e o presente" de Rui Carmo e Nuno Gaspar.
-Obras de José Alfredo da Costa Azevedo  III
-Foto do Royal Belle-Vue -encontrada no blog "bic-Laranja" http://biclaranja.blogs.sapo.pt/728692.html



segunda-feira, fevereiro 17, 2014

A Praia da Adraga está diferente

A Praia da Adraga, assolada pelos últimos temporais, encontra-se neste momento sem areia -facto que é raro e aguarda-se  com alguma expectativa que  o mar devolva  à praia o elemento em falta, que a transformou numa das mais belas praias do litoral sintrense
Nos últimos dias a praia foi invadida por um manto de espuma, como a substituir a areia que o mar tinha levado.Hoje de manhã, ainda mantinha largos vestígios dessa estranha invasão.
Imagem estranha de um local que nos habituou a um cenário completamente diferente.


*Fotos em 17 de Fevereiro de 2014/12h00 com chuva.

domingo, fevereiro 16, 2014

Outros temporais


Praia das Maçãs em 2 de Fevereiro de 2009

"O semanário O Regional de Sintra, dizia no seu número de 11 de Fevereiro de 1923 que, dias antes, noite de quarta para quinta-feira, um tremendo furacão tinha assolado a Praia das Maçãs, causando prejuízos enormes. O mar revolto, trepando uma altura de cerca de 20 metros, entrou no restaurante do Grego,
 lambendo tudo enquanto o vento levava o telhado do prédio, tendo ficado, ferido o Júlio Grego. As águas do oceano, varrendo toda a praia, avançaram perto de 40 metros para além da ponte do Rodízio, que suportou a fúria das águas -não resistindo, contudo, ao temporal do inverno de 1983."

in Obras de José Alfredo da Costa Azevedo -III


*Foto das ruínas do restaurante Flor do Mar, de Júlio Grego,na Praia das Maçãs


A ponte do Rodízio destruída pelo temporal de 1983-ver aqui

sábado, fevereiro 15, 2014

Praia Grande -à espera da Preia-Mar




 Fotos das 14h00 de hoje -Preia-Mar prevista para as 15h00

Previsão
A Capitania do Porto de Cascais informa que na área de jurisdição desta entidade, foi também agravado o Aviso Laranja de agitação marítima, que deverá ser mais severa entre as 18h de amanhã (Sábado) e as 12h de Domingo, dia 16, devido à previsão de ondas de noroeste com 5 a 6 metros. Entretanto, até às 18h de amanhã, está em vigor um  Aviso Amarelo, devido a ondas de noroeste com 4 a 5 metros

Porque hoje é Sábado...




 

                        Uma Após Uma as Ondas Apressadas



Uma Após Uma
Uma após uma as ondas apressadas
Enrolam o seu verde movimento
E chiam a alva espuma
No moreno das praias.

Uma após uma as nuvens vagarosas
Rasgam o seu redondo movimento
E o sol aquece o espaço
Do ar entre as nuvens escassas.

Indiferente a mim e eu a ela,
A natureza deste dia calmo
Furta pouco ao meu senso
De se esvair o tempo.

Só uma vaga pena inconsequente
Pára um momento à porta da minha alma
E após fitar-me um pouco
Passa, a sorrir de nada.

Ricardo Reis, in "Odes"
Heterónimo de Fernando Pessoa



 *Foto Praia da Adraga

quinta-feira, fevereiro 13, 2014

Arco da Adraga


Arco da Adraga
Aguarela de Alfredo Roque Gameiro


"A Praia da Adraga, com um côncavo dourado de areia entre dois morros formidáveis. De um destaca-se uma pedra enorme caída no mar e o outro parece ser um monstro petrificado. O que aqui é mais interessante é o contraste entre as falésias cortadas a pique e a areia onde o mar banzeiro se espraia. O que aqui é admirável é a onda dum verde translúcido que se despedaça em rolos de espuma sobre as patas do monstro ante-diluviano.Do meio da praia a ilusão é perfeita. Vêem-se-lhe nitidamente a cabeça, os olhos, as ventas, o focinho aguçado, a boca enorme que mergulha na água- como se a fera sedenta tivesse descido há séculos da montanha e houvesse ficado ali a tragar o oceano para toda a eternidade."

Raul Proença -Guia de Portugal -Lisboa e arredores-Ed.1924


 http://jcabral.info/RG/TP%200%200%20Alfredo/Orla%20Maritima/3v-TP00%20Orla.html

 http://riodasmacas.blogspot.pt/2007/04/sintra-nas-aguarelas-de-alfredo-roque.html

quarta-feira, fevereiro 12, 2014

3º Festival Internacional de Artes Performativas de Sintra





Na 3ª edição, do Periferias para além de grupos portugueses, participarão outros vindo da Galiza, Brasil, Cabo-Verde e Moçambique. De Macau virá uma exposição, ímpar, de marionetas asiáticas – pertencentes ao espólio do futuro Museu da marioneta de Macau.

Conversas e improvisações periféricas completarão o evento que terá a Casa de Teatro de Sintra como pólo principal, estendendo-se também ao Casino e à Vila Alda, tornando, por duas semanas, o Bairro a Estefânia, como centro do dinamismo criativo de Sintra e capital da língua portuguesa.




Chão de Oliva / Centro de Difusão Cultural em Sintra
Rua Veiga da Cunha, 20 - 2710-627 Sintra
Tel.: 21 923 37 19
T.M. 91 926 32 56
Site: www.chaod

terça-feira, fevereiro 11, 2014

IV Exposição e Concurso de Camélias



Nos dias 1 e 2 de março os Jardins do Palácio de Sintra recebem a IV Exposição e Concurso de Camélias, uma iniciativa que apresenta as mais belas colecções de camélias de Sintra. Conta com a participação de várias quintas históricas da região e serão premiados os detentores da “Melhor Camélia” e da “Melhor Variedade Histórica”.

 http://riodasmacas.blogspot.pt/2013/02/camelias-no-palacio-da-vila-de-sintra.html

segunda-feira, fevereiro 10, 2014

Projecto de recuperação da Peninha

"A meio caminho entre Sintra e o litoral, entre os 300 e os 490 metros de altitude, sujeita a fortes ventos marítimos, a Peninha é uma janela panorâmica sobre a quase totalidade do Parque Natural Sintra-Cascais avistando-se a orla costeira do Cabo espichel até ao Cabo Carvoeiro. O conjunto edificado que aqui se encontra inclui a Ermida de São Saturnino, do Séc.XII, e a Capela da Peninha, erguida por devoção popular no sécXVI e classificada como de interesse público". PNSC 


 Sobre o Projecto Peninha


  Peninha: aprender com a natureza e a história." O projecto tem como objetivo conseguir resolver o problema de abastecimento de água do santuário (casas de banho, cozinha e outras estruturas de apoio) e melhorar o isolamento (substituindo algumas janelas, fechaduras e portadas em mau estado). A ideia foi a de lançar uma iniciativa de “crowdfunding” convidando o máximo de pessoas, que podem participar divulgando o projecto e investindo um valor monetário recebendo uma recompensa indicada no site do projeto e associada ao valor investido."

Mais informação sobre o projecto :
O endereço da página de facebook do projecto : https://www.facebook.com/santuariopeninha - através da qual é possível acompanhar notícias, encontrar fotografias, etc…

Alguns aspectos práticos (FAQ’s)
  • O PPL é um site de “crowdfunding” bem organizado, seguro e de confiança;
  • É fácil investir a partir do site e cada pessoa pode investir o valor que desejar;
  • Para cada valor existe uma recompensa para o próximo ou alguém a quem a ofereça;
  • O projeto tem um prazo de dois meses para conseguir o valor total – 3.500,00 Euros;
  • Caso o valor total não seja conseguido no final do prazo, cada investidor recebe automaticamente o seu dinheiro;
  • Através deste sistema é fácil contribuir em conjunto e de forma transparente em boas causas.



*Notas do blog: Texto original corrigido pelo autor do blog para ortografia anterior ao "acordo ortográfico"

Saber mais sobre Crowdfunding:
"O financiamento coletivo1 (crowdfunding) consiste na obtenção de capital para iniciativas de interesse coletivo através da agregação de múltiplas fontes de financiamento, em geral pessoas físicas interessadas na iniciativa. O termo é muitas vezes usado para descrever especificamente ações na Internet com o objetivo de arrecadar dinheiro para artistas, jornalismo cidadão2 , pequenos negócios e start-ups, campanhas políticas, iniciativas de software livre, filantropia e ajuda a regiões atingidas por desastres, entre outros.(...)"
Wikipédia

sábado, fevereiro 08, 2014

Fim de semana com alerta vermelho em toda a costa


O Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA) confirma as previsões adversas, tendo já colocado grande parte da costa em alerta vermelho devido à forte agitação marítima, depois da emissão de alertas laranja - o segundo mais grave - para a maioria dos distritos do continente, incluindo todos os costeiros.
"Haverá uma depressão muito cavada, com intensificação de vento, precipitação intensa e agitação marítima".


*Foto da Piscina da Praia Grande em 2 de Fevereiro de 2014


*Câmera  vídeo online  na Praia Grande (Beachcam.pt) -Aqui