segunda-feira, junho 02, 2014

Rio da Maçãs

 Lourel, local da nascente do rio das Maçãs -foto na Quinta da Ribafria

"Corre este rio, que nasce no termo de Cintra, no logar de Lourel, de nascente para poente, e recebendo as aguas que se despenham do alto da serra. e de dois riachos que lhe entram, um junto á quinta da Breja, e outro junto ao tanque da varzea da mesma villa, depois de haver feito mover varias azenhas, e fertilizando os pomares que ficam nas suas margens, com as suas aguas ( as quaes usavam por distribuição do almoxarife, sem pensão, os povos d'esta villa), tomando o nome de Gallamares deste sítio de Ponte Redonda. à Varzea, e d'esta até ao Oceano o de rio das Maçãs, vae aí morrer na praia denominada das Maçãs"

In Cintra Pinturesca/Memoria Descritiva das Villas de Cintra e Collares e seus arredores/Antonio A.R. da Cunha/1905

Um rio vivo


Repovoamento do rio das Maçãs  de peixes adultos e jovens em 30/04/2014

O Aquário Vasco da Gama, o Centro de Biociências do ISPA e a Quercus, procederam a uma acção de repovoamento, em Maio último, na ribeira de Colares (rio das Maçãs), libertando cerca de um milhar de  peixes, adultos e jovens,pertencentes à espécie Squalius pyrenaicus (escalo do sul). Os repovoamentos são efectuados em troços dos rios de origem (dos indivíduos inicialmente capturados para reprodutores) que apresentem características favoráveis à sobrevivência e reprodução dos peixes.

O resultado um mês depois


Sem comentários: